Para Viver

Alternativas ao Tinder: as apps de encontros do momento

Há cada vez mais apps de encontros, e, mais do que qualquer opinião, a sua popularidade atesta as vantagens de as usar. A mais conhecida é, claro está, o Tinder. Mas há mais. Fique a conhecer as apps de encontros alternativas ao Tinder!

Apps alternativas ao Tinder: vantagens das apps de encontros

Existem diversas apps de encontros alternativas ao Tinder. E entre as vantagens de usá-las, estão as seguintes:

  • Menos hipóteses de cair na tentação de voltar a falar com o seu ex.
  • Aumentar a auto-estima, ainda que por breves instantes.
  • Acelerar o processo de “dating”,  uma vez que estas apps permitem “queimar” as etapas iniciais de conhecimento mútuo.
  • Oportunidades incontáveis de praticar a interação com as outras pessoas em contexto de sedução, para os mais tímidos.
  • E, finalmente, a ausência quase total de compromisso – uma vez que as pessoas que conhece nestas apps são, geralmente, completos estranhos e não conhecem nem os seus amigos nem a sua família, nem têm relação alguma com o seu trabalho, o que significa que se algo não correr bem, será mais fácil ultrapassar sem deixar que outras áreas da sua vida sejam afetadas.

Vamos então conhecer as melhores apps alternativas ao Tinder.

4 apps alternativas ao Tinder

Happn

Surgiu em 2014 como alternativa ao Tinder. O Happn, apesar de funcionar quase nos mesmos moldes, introduz uma nuance interessante: dá mais destaque à proximidade física entre as pessoas, isto é, é especialmente destinada a promover encontros de pessoas que se encontram nas proximidades uma da outra ou de pessoas que se cruzaram recentemente.

happn alternativa tinder

No perfil do Happn vai poder ver onde e quando é que se cruzou com a pessoa em questão. O Happn é gratuito, embora possa subscrever uma versão paga que lhe permitirá iniciar uma conversa com alguém mesmo que essa pessoa não tenha gostado do seu perfil.

Saiba mais sobre o Happn ⇒

Bumble

O Bumble baseia-se na localização geográfica do utilizador para sugerir perfis que sejam adequados para si. Nesta aplicação, a mulher é quem dá o primeiro passo, isto é, apenas a mulher pode iniciar uma conversa, mesmo que tenha havido um “match” com um homem.

bumble tinder

Pode parecer sexista, mas para as mais receosas esta app pode ser interessante. Então e se o “match” for entre pessoas do mesmo sexo? Bem, nesse caso, qualquer pessoa pode iniciar a conversa!

Saiba mais sobre o Bumble ⇒

Felizes.pt

O felizes.pt não é uma aplicação mas um site 100% português. Os membros têm de ter mais de 30 anos e cada perfil é cuidadosamente verificado para que não existam identidades falsas.

Saiba mais sobre o Felizes ⇒

Grindr

Esta não é apenas uma app alternativa ao Tinder – é anterior ao Tinder! O Grindr é a maior rede social do mundo orientada para a comunidade gay, bissexual e transgénero. Tem um senão: é apenas destinada a homens.

grindr tinder

Esta aplicação está bloqueada em países como a Turquia, Arábia Saudita, Irão e Indonésia, onde a homossexualidade não é permitida ou é mesmo considerada um crime.

Saiba mais sobre o Grindr ⇒

Cuidados a ter antes de usar qualquer app de encontros

Apesar de todas as vantagens que poderão estar associadas à utilização de uma app de encontros amorosos, há cuidados a ter. E não são cuidados exclusivamente associados a estas apps, mas à gestão da sua presença online de um modo geral.

Usar estas aplicações pode ajudá-lo a conhecer pessoas novas, fazer novas amizades e até a iniciar mesmo uma relação amorosa duradoura, se for o que procura; no entanto, recomendamos precauções:

1.  Não divulgue informações pessoais como número de cartão de crédito ou palavras-passe.

2. Não combine encontros em locais isolados, pouco seguros ou em casa de desconhecidos. Se quiser marcar um primeiro encontro, opte por um local público, como um café ou restaurante.

3. Não aceite boleias de pessoas que não conhece e avise sempre um amigo ou familiar do local onde vai.

4. Não aceite perfis sem imagens ou com fotografias que lhe pareçam suspeitas: use o seu bom senso para detetar se as fotos usadas são reais ou não. É claro que se alguém com a foto do George Clooney lhe pedir amizade, não vai hesitar em perceber que a foto não é real; mas os utilizadores destas apps podem ser mais subtis para não revelar a sua verdadeira identidade. Fique atento!

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.